9 destinos na França para viajar depois da pandemia

Provença, França: Campos de Lavanda

Todo mundo quer viajar depois da pandemia. E enquanto as fronteiras da França não abrem para os brasileiros, o que resta é: planejar, mas planejar tão tão bem que a sua viagem para a França vai ser IN-CRÍ-VEL. Separamos 9 destinos para você planejar uma viagem pós-pandemia nos melhores lugares da França de acordo com a época do ano.

Viajar depois da pandemia: aonde ir na França?

Viajar depois da pandemia
INVERNO EUROPEU (21 de dezembro até 20 de março)

Méribel, nos Alpes Franceses

Janeiro é o início da temporada de esqui, logo, tem bem menos gente do que em fevereiro e março. Você consegue curtir mais, sem pegar muita fila nos teleféricos e sem ter muita gente nas pistas. Para esquiar na França em janeiro, recomendo a estação de esqui Méribel. Ela faz parte das 3 Vallées, terreno de esqui que abrange outras estações famosissímas como Courchevel e Val de Thorens, acessíveis de teleférico. Leia mais sobre como escolher seu seguro viagem para esquiar na Europa e nossa dica de hospedagem nos Alpes Franceses.

Estrasburgo e outras cidades da Alsácia

Viagem pós-pandemia França: Estrasburgo

Estrasburgo, perto da fronteira com a Alemanha, é conhecida como a capital do Natal na França. Todo ano a cidade sedia uma das feiras de Natal mais antigas da Europa. Em época de festas a cidade se transforma: luzinhas por todos os lados, lojas e casas no estilo enxaimel bem coloridas decoradas com enfeites natalinos tradicionais. Você pode fazer um passeio de barco Batorama, comprar decorações e comer guloseimas festivas nas feiras. Também não esqueça de visitar a catedral — de onde se tem uma vista maravilhosa da cidade nas alturas. Para um jantar refinado e gastronômico, o restaurante estrelado 1741 é uma excelente opção. Além de Estrasburgo você pode conhecer os charmosos vilarejos de Colmar, Kaysersberg e Eguisheim. Veja aqui o que fazer em Estrasburgo na época do Natal.

Viajar depois da pandemia
PRIMAVERA NA EUROPA (21 de março até 20 de junho)

Ardèche, no sul da França

Viagem na França pós-pandemia: Ardèche

Ardèche, no sul da França, é conhecida por sua beleza natural: suas montanhas, falésias e seu rio — paisagens que podem ser descobertas através de atividades ao ar livre como caiaque, escalada e voo de balão. A Pont d’Arc, uma ponte de pedras natural formada a mais de 5 mil anos, de 54 metros de altura e 60 metros de comprimento, atravessa o rio Ardèche, e é um dos pontos altos da visita. Na região você também encontra uma caverna com desenhos pré-históricos de 36 mil anos atrás. Também tem vilarejos charmosos como Vogüe e suas casinhas coladas nos pés das falésias, um castelo e uma praia de água doce.

Paris, capital da França

Roteiro 4 dias em Paris

Primavera é uma das melhores épocas para visitar Paris. Com o fim do inverno, os dias ficam cada vez mais longos e as temperaturas ficam amenas: é a combinação perfeita para muitos passeios ao ar livre na capital. O Jardim de Luxemburgo, das Tulherias e outros parques da cidade ficam extremamente floridos, coloridos e alegres. Você poderá visitar o Castelo de Versalhes, andar de carrinho de golfe e fotografar muito no seu jardim gigantesco. Nessa época também acontece a floração das cerejeiras, as árvores rosas decoram os cliques da Torre Eiffel, da livraria Shakespare & Company (37 Rue de la Bûcherie) e da Catedral de Notre-Dame. A floração acontece geralmente entre meio de março e meio de abril, mas varia de acordo com o ano. Quanto mais quente, mais cedo as cerejeiras florescem.

LEIA TAMBÉM: Os melhores hotéis em Paris centro (para todos os budgets)
Roteiro para 5 dias em Paris: Conheça a capital a pé

Viajar depois da pandemia
VERÃO EUROPEU (21 de junho até 20 de setembro)

Côte d’Azur, no sul da França

Côte d'Azur

Na sua road trip pela Rivieira Francesa você vai curtir as praias de Nice, o luxo de Mônaco, as calanques de Marselha e a vista maravilhosa para o mar azul a partir de Èze Village, vilarejo costeiro a 400 metros de altura. Durante a road trip pela costa, faça também paradas nas cidades vibrantes de Saint-Paul-de-Vence, Antibes, Saint-Tropez e Ramatuelle.  Para curtir ainda mais a natureza, visite as ilhas de Hyères. É melhor ir para a Côte d’Azur em junho e setembro. Nesses meses tem um calor gostoso. Evite ir em julho e agosto, meses de férias escolares para os franceses e pico da alta temporada.

Córsega, no sul da França

Córsega

Em junho o tempo já está bom o suficiente para dar uns mergulhos, principalmente no mar Mediterrâneo. A Córsega é uma ilha no sul do país bem montanhosa com falésias que beiram praias paradisíacas de areia branca e mar transparente. Algumas das praias mais bonitas são Rondinara, Santa-Giulia, Palombaggia, Saint-Cyrprien e Pinarello. Além das paisagens naturais você tem todo o charme dos vilarejos à beira-mar como Ajaccio, Porto-Vecchio, Piana, Bonifacio e Sartène.

Provence, no sul da França

Onde ficar na Provença / Viajar depois da pandemia

A época de floração dos campos de lavanda é de meio de junho a meio de julho. A partir da segunda quinzena de julho alguns campos já fazem suas colheitas. Por isso, para garantir os cliques dos campos roxos bem cheios faça a viagem no início do verão europeu. Fotografe as lavandas do Plateau de Valensole, da Abbaye de Sénanque (uma abadia ainda ativa com um lindo jardim de lavandas na frente). Em junho e julho também é uma delícia visitar os vilarejos charmosos da Provence no alto das colinas como Les Baux de Provence, Roussillon e Gordes. Sem esquecer, é claro, de andar de caiaque ou pedalinho na água azul turquesa do Lac de Sainte-Croix nas Gorges du Verdon. Veja aqui o nosso roteiro para uma viagem de 3 dias na Provence.

Viajar depois da pandemia
OUTONO NA EUROPA (21 de setembro até 20 de dezembro)

Vale do Loire, no centro da França

O Vale do Loire fica ainda mais lindo no outono: as florestas dos castelos se tingem de amarelo, a luz é dourada e o clima, só um pouquinho mais frio, combina perfeitamente com o aconchego dos castelos. Durante a sua road trip você vai visitar castelos maravilhosos como o Château de Chambord, Chenonceau, Blois e Chaumont-sur-Loire. Além das construções suntuosas rodeadas por florestas e jardins à moda francesa, você também pode visitar a casa de Leonardo da Vinci — Le Clos Lucé, onde o pintor italiano morou e morreu em 1519. Uma etapa imperdível de uma viagem pelo Vale do Loire são as vinícolas. Alguns dos lugares mais famosos no mapa dos vinhos do Vale do Loire são Sancerre, Chinon e Saumur, com várias vinícolas que oferecem visitas guiadas.

Normandia, a campagne perto de Paris

A Normandia, região a oeste de Paris, fica ainda mais pitoresca no outono. As árvores alaranjadas, os campos com neblina e o clima mais friozinho fazem dessa época o período perfeito para se hospedar em castelos, visitar o Monte Saint-Michel — bem mais vazio do que nos meses de verão, e as praias do desembarque do Dia D. Se chover, você pode ir no Mémorial de Caen para aprender tudo sobre a Segunda Guerra Mundial na região que foi cenário de muita batalha e destruição durante o conflito. Na Normandia você encontra também a casa do Monet, em Giverny, com um lindo jardim bucólico composto por pontes, flores e árvores que inspiraram os quadros do artista.

 

 

Seguir:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


À Procura de Algo?