O que fazer em Bruxelas: Roteiro para 3 dias

O que fazer em Bruxelas: Roteiro para 3 dias

A menos de 1h30 de trem, Bruxelas é o bate-volta perfeito para se fazer a partir de Paris. Planeje a sua estadia de sexta a domingo na capital belga. Afinal, Bruxelas é uma cidade que recebe muitos viajantes a trabalho, então o preço das diárias de hotel são mais em conta nos finais de semana. Veja aqui o que fazer em Bruxelas: capital das HQs e paraíso das batatas fritas, chocolates e cervejas.

LEIA TAMBÉM: 5 razões para fazer um bate-volta de Paris a Bruxelas

O que fazer em Bruxelas: Dia 1

TARDE

Chegando na estação de trem Brussels-Midi por volta das 11h, pegue um táxi e vá para o seu hotel, fazer o check-in e deixar as malas. Veja aqui por que o trem é a melhor opção para ir de Paris a Bruxelas.

Se você se hospedou na parte alta da cidade, em um dos hotéis que aconselhamos aqui, vai ser fácil chegar no Tero, restaurante saudável e moderno com pratos deliciosos para compartilhar.

O que fazer em Bruxelas

LEIA: As melhores experiências gastronômicas de Bruxelas

Depois do almoço, ande por uns seis minutos até a Maison Dandoy-Louise, onde você pode experimentar os famosos waffles de Bruxelas e de Liège, servidos com chocolate, sorvete, frutas… a escolha é sua!

O que fazer em BruxelasAnde por uns 16 minutos ou pegue o tramway 92 ou 93 em Stéphanie para ir ao Palais Royal. Ali é o ponto de partida do Brussels on Wheels, um tour por Bruxelas e arredores de 1h30 à bordo de um pequeno carro retrô conversível. O passeio é uma ótima maneira de ter uma ideia geral da configuração da cidade.

Durante a visita, o motorista para em frente ao Manneken Pis, estátua de 50 cm de um menino pelado que virou um dos maiores símbolos de Bruxelas. Não é nada demais, mas vale passar na frente dela rapidinho só para dizer que a viu.

O passeio custa € 165 e o carro acomoda até três passageiros. Agende o seu tour aqui.

A visita termina no Quartier du Sablon, onde concetram-se algumas das melhores lojas de chocolate. Tem Pierre Marcolini, Patrick Roger, Léonidas, Wittamer e Passion Chocolat.

NOITE

Volte para o hotel, descanse e se arrume para jantar um delicioso prato de frutos do mar na brasserie La Quincaillerie. O restaurante fica localizado em uma antiga loja de ferragens na parte alta de Bruxelas. Peça o Plateau de la Mer (€ 95) para dividir em 2/3 pessoas.

O que fazer em Bruxelas: Dia 2

MANHÃ

Comece o dia na Place Royale, praça onde concentram-se vários museus como: o Museu do Magritte, de Belas Artes e dos instrumentos musicais. Escolha um para visitar.

Agende um workshop na boutique do chef Laurent Gerbaud para confeccionar o seu próprio chocolate. A aula acontece sábado de manhã das 11h30 às 13h e custa € 35. Também é possível fazer degustações de chocolates combinados com cerveja ou vinho, tudo pensado pelo próprio chef.

TARDE

Da loja do Laurent Gerbaud são sete minutos de caminhada até a Grand Place, coração turístico da cidade, considerando patrimônio mundial pela UNESCO. A praça retangular tem prédios de diferentes estilos cheios de detalhes e ornamentos dourados. Em um prédio exuberante  de 1459 com uma torre de 96 metros de altura e 300 estátuas, fica a prefeitura. Na mesma praça você também tem o Le Pigeon, onde morou Victor Hugo durante seu exílio em 1852.

Bate-volta de Paris a Bruxelas / O que fazer em Bruxelas

Para o almoço, aposte nas batatas fritas da Maison Antoine, quiosque supertradicional que existe desde 1948. A fila é grande mas vale a pena por cada batatinha, crocante por fora e macia por dentro. No cardápio você tem uma variedade de molhos para acompanhamento, hambúrguer, espetinho e croquete.

Dê uma passada na Boutique Tintin, uma loja colorida dedicada ao personagem belga das histórias em quadrinhos. Ali você encontra tanto lembrancinhas como itens de colecionador.

O que fazer em BruxelasContinue o passeio rumo à Galeries Saint-Hubert, uma galeria que data de 1847. O corredor de 200 metros de comprimento é coberto por um lindo teto de vidro e conta com lojas luxuosas de chocolate e jóias, além de  cafés e restaurantes.

Da galeria, conte uns sete minutos para chegar ao Comic Strip Museum, museu dedicado às histórias em quadrinhos.  Em um edifício art-nouveau, o museu expõe a evolução da arte, contando a história de importantes personagens do mundo das HQs, como os Smurfs, Tintin, Lucky Luke e Bob e Bobette.

O que fazer em Bruxelas: De lá, faça o caminho de volta em direção à Grand Place, passando pela catedral gótica dos Saints-Michael-et-Gudule e dando um giro pelo Parc de Bruxelles.

NOITE

Na janta reserve a sua mesa no Tram Experience. O jantar de sete etapas, sempre preparado por chefs premiados, acontece à bordo de um tramway que faz um tour pela cidade por 2h45. Aos sábados, a mesa para duas pessoas custa € 250 (pratos e bebidas inclusas).

O que fazer em Bruxelas

O que fazer em Bruxelas: Dia 3

MANHÃ

Experiências que você precisa ter em Bruxelas / O que fazer em BruxelasNão deixe de visitar o Atomium, monumento importante de Bruxelas. A estrutura de inox de 103 metros de altura é uma versão ampliada (165 milhões de vezes) de um cristal elementar de ferro, construída em 1958 para a Exposição Universal. Durante o tour Brussels on Wheels, você vai passar na frente dele, mas vale a pena reservar um tempinho da sua estadia para conhecer o interior de algumas das suas esferas, acessíveis por enormes escadas rolantes com iluminações futurísticas. Leia mais sobre o Atomium aqui.

Em tempo: prefira ir ao Atomium de táxi, metrô ou tramway já que ele fica um pouco afastado do centro.

TARDE

Após a visita ao Atomium, pegue um táxi (20 minutos de viagem) até o Restobières que serve pratos belgas preparados com cervejas artesanais. Também dá para degustar mais de 50 rótulos de cervejas nacionais. O menu (entrada + prato principal + sobremesa) sai € 38.

Aproveite os últimos momentos em Bruxelas para descobrir alguns dos 56 murais de HQs espalhados pela cidade. Nesse site você encontra o endereço de todos eles. Descubra alguns deles caminhando em direção à Grand Place.

O que fazer em Paris: Comic Strip Route

Caso queira comprar algumas cervejas para levar de lembrança, passe na BierTempel. A loja, perto da Grand Place, conta com um enorme estoque de cervejas. Vale comprar uma trapista preparada por monges da ordem beneditina.

No final da tarde, recupere as malas no hotel: chegou a hora de voltar para Paris ou seguir viagem para o próximo destino.

 

 

 

Seguir:
Compartilhar:
O Gigi em Paris foi para Bruxelas à convite da Visit Brussels. Este post conta apenas com a opinião pessoal da autora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *