Fotos com efeitos naturais: como fazer véu de noiva, light painting, flash sem flash, fotografar céu estrelado e fogos de artifício

Cachoeiras com quedas da água que parecem uma nuvem de fumaça, desenhos e palavras em uma imagem que não são arte da edição, um flash para usar no modo sem flash, um céu em que até as estrelas cadentes tomam forma e fogos de artifício que se assemelham a palmeiras coloridas pairando no infinito. Uau! Como fazer?

APRENDA A TIRAR FOTOS COM EFEITOS NATURAIS

COMO FAZER EFEITO VÉU DE NOIVA

Não existe uma receita de bolo, já que a iluminação do ambiente faz toda a diferença. Supondo que a cachoeira em questão tenha luminosidade boa, trabalhe com uma velocidade baixa, próxima a 1”, ISO 100 e um diafragma fechado, como o f/11. Se o local for muito claro, pode ajudar usar um filtro polarizador para a lente. Já o tripé é fundamental e colocar a câmera no timer traz melhores chances da imagem não tremer com o toque do dedo (COM CÂMERA).

Detalhe importante: se você planeja aparecer no clique, fique completamente imóvel para não formar um borrão na imagem.

Como fazer fotos com efeitos naturais

COMO FAZER EFEITO LIGHT PAINTING

Pintura de luz, de acordo com a tradução literal – e não é nada de diferente na prática. De noite, tente um ISO baixo, próximo a 100, f intermediário, f/11, e longa exposição, 30” não são demais. Tenha uma lanterna em mãos (pode ser a do celular) e comece a desenhar na cena. É mais fácil fotografar objetos que pessoas, ao menos que o indivíduo encarne espírito de estátua na hora do clique – ou seja, não se mexa. Como acontece com toda imagem em baixa velocidade, use tripé para não tremer. O timer também é uma boa (COM CÂMERA).

Como fazer fotos com efeitos naturais

Como fazer fotos com efeitos naturais

FLASH SEM FLASH

Fácil e legal para ser feito com os celulares. O flash e o zoom são os piores inimigos dos smartphones (junte os três e crie um desastre), mas há horas em que é indispensável recorrer a uma iluminação extra – quanto ao combo zoom + celular, esqueça, sem exceções. Enfim, com a câmera ou com o celular, a técnica é a seguinte: use um segundo celular ou mesmo uma lanterna para iluminar a cena e fotografe sem flash. Pronto! Você criou o melhor flash do mundo.

COMO FOTOGRAFAR CÉU ESTRELADO

Tripé, timer, ISO máximo (2 000 deve resolver), diafragma o mais aberto possível (f/2.8, f/4 ou f/5.6), foco no infinito e velocidade próxima aos 30″. Prepare-se para clicar estrelas-cadentes! Dica: sem tripé também dá, programe a câmera e deite-a no chão, apontada para o céu (COM CÂMERA).

Como tirar fotos com efeitos naturais

COMO FOTOGRAFAR FOGOS DE ARTIFÍCIO

Quanto tempo cada pontinho no céu leva para finalizar o show de cores? Esta deve ser a sua velocidade, algo próximo a 5”, que capture todo o trajeto dos fogos. Use o foco no infinito (ou foque manualmente em uma explosão anterior), ISO 100 e f/11. Também precisa de tripé (COM CÂMERA).

LEIA MAIS:

Como tirar fotos com efeitos naturais

Seguir:
Compartilhar:

2 Comentários

  1. Kelly
    9 de novembro de 2017 / 05:03

    Oi, Gigi!
    Achei seu blog hoje e estou completamente apaixonada por tudo! Vou morar na Europa no ano que vem e fiquei muito inspirada com seu trabalho. Vou seguir todas as dicas!
    Fiquei muito interessada neste post, porém ele não aparece direito 🙁
    Não sei se o problema é aqui ou algo técnico no blog.

    Parabéns pelo trabalho lindo com o blog e com essas fotos incríveis!

    • 9 de novembro de 2017 / 07:00

      Oi Kelly!
      Muito obrigada pelo seu comentário, fico MUITO feliz que você tenha gostado do blog.
      Prontinho, já arrumamos o post. Agora você já pode ler 🙂
      Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *