Como se locomover em Paris: Transporte público e Vélib

Como se locomover em Paris: Transporte público e Vélib

A rede de transporte público parisiense é bem completa. Tem ônibus, tramway, metrô, RER e trens que servem não só Paris, mas uma grande parte da Île-de-France, incluindo os aeroportos, Château de Versalhes e Disneyland. Por isso, não há necessidade alguma de alugar um carro enquanto estiver na capital francesa. Veja aqui como se locomover em Paris.

LEIA TAMBÉM: Como fazer o trajeto Paris — Orly/CDG/Beauvais?

Como se locomover em Paris: T+, Paris Visite ou Navigo?

Ticket t+

Cada ticket t+ custa € 1,90. Ele pode ser comprado nas máquinas ou no quiosque das estações de metrô, RER e tramway. Ele dá acesso ao ônibus, tramway e às estações de RER da zona 1. Além do ticket individual, dá para comprar um carnet com 10 que custa € 14,90.

Com o ticket t+ você tem direito à correspondência de duas horas entre metrô e RER e entre ônibus e tramways por 1h30 depois da validação do ticket. Isso só não vale caso você faça ida/volta pela mesma linha ou interrompa o trajeto e pegue a mesma linha depois. A conexão de ônibus/tramway para o RER/metrô não é possível.

Paris Visite

O bilhete é válido por 1 (€ 12), 2 (€ 19,50), 3 (€  26,65) ou 5 dias seguidos (€ 38,35). Ele dá acesso às estações de metrô, tramway, ônibus, RER e Transilien nas zonas 1 a 3. Para ter acesso a todas as zonas, de 1 a 5, que garante acesso aos aeroportos, Disneyland Paris e Château de Versalhes, você deve pagar:

  • € 25,25 para 1 dia;
  • € 38,35 para 2 dias;
  • € 53,75 para 3 dias;
  • €65,80 para 5 dias.

Confira abaixo o mapa do Paris Visite: A parte amarela cobre as zonas 1-3, a parte bege cobre as zonas 1-5, que inclui os aeroportos, Versalhes e Disneyland.

Como se locomover em Paris: Mapa Paris Visite

Navigo

Caso fique mais de 5 dias e queira ter acesso à Disney, aeroportos e Château de Versalhes, vale mais a pena pegar o Navigo Découverte. O cartão dá acesso a todas as zonas de Paris. O preço para um mês de transporte ilimitado é € 75,20. Você pode comprar o Navigo Découverte no guichê da RATP direto no aeroporto ou em outras estações de metrô e RER de Paris.

Se você for morar em Paris, pegue o Navigo Personalisée, destinado às pessoas que trabalham e/ou moram na Île-de-France. O Navigo Personalisée tem a sua foto e pode ser substituído em caso de perda ou roubo por uma taxa de € 8.

O Navigo é aceito no metrô, no RER, Transilien, tramway e ônibus. Mais informações sobre o Navigo aqui. Continue a ler este post para saber como se locomover em Paris.

Como se locomover em Paris: Meios de transporte

Como se locomover em Paris

Mapa do metrô e RER em Paris.

Confira os mapas de transporte público em Paris aqui.

Metrô

A rede de metrôs da capital  — uma das mais antigas do mundo — conta com mais de 300 estações que dão acesso praticamente a qualquer lugar da capital. Distribuídas ao longo de 16 linhas, elas vão mesmo além do arco periférico, ou seja, fora de Paris. As linhas tem um número (de 1 a 14 + 3 bis e 7 bis) e uma cor, mas os parisienses se referem a elas usando somente os números.

Muitas estações tem mais de uma saída. Confira os mapas que mostram os arredores da estação com as saídas (sorties) indicadas, assim você sai mais perto do endereço desejado. Também tem mapas da rede do metrô, com a indicação das linhas e a localização de cada estação na cidade. Esses dois tipos de mapa ficam na plataforma e/ou perto das catracas.

O metrô opera todos os dias. O serviço começa por volta das 05h30 e termina perto da 1h15 — os horários variam de acordo com a linha e a estação de embarque. Na plataforma você tem uma placa, com a direção e uma indicação de quando chegará o próximo metrô. Durante a semana, a frequecência de metrôs é bem alta, entre 1 e 5 minutos de espera. Aos domingos e feriados o intervalo é maior.

Não jogue o bilhete fora depois de passar a catraca. Guarde-o com você durante todo o trajeto, até sair da estação, pois em caso de controle você deverá apresentá-los aos agentes da RATP — rede responsável pelo transporte público parisiense. Se você não tiver o ticket validado com você, deverá pagar uma multa de € 50.

LEIA MAIS SOBRE O METRÔ EM PARIS

RER

O RER é a rede ferroviária urbana que serve Paris e arredores. As linhas são indicadas por letras. O RER A, por exemplo, te leva do centro de Paris até a Disneyland. O RER B liga o aeroporto Charles de Gaulle ao centro da capital. Já o RER C te leva diretamente para Versalhes. No total são 5 linhas de RER: A, B, C, D e E.

Assim como no metrô, você deve guardar o ticket com você durante a viagem. Além de apresentá-lo na catraca na entrada, você deve apresentá-lo na saída.

As estações e plataformas também contam com mapas da rede de transporte público e das saídas da estação em que você se encontra. Você está lendo: como se locomover em Paris.

Quando for pegar o RER, olhe a televisão na plataforma e confirme se ele vai parar na estação que você quer descer.

De METRÔ OU RER: Para trocar de linhas, é só checar o mapa em cima da porta do vagão, ela indica cada estação da linha a suas conexões. Para não errar, confira o itinerário completo no site ou aplicativo da RATP ou peça orientações nos quiosques da estação.

Tramway

São 7 linhas e 187 estações contornando Paris. As 10 linhas de tramway começam com a letra T, sendo: T1, T2, T3a, T3b, T4, T5, T6, T7, T8, T11 Express. Elas circulam no mesmo nível da rua, o que é bem prático, porque você não precisa ficar subindo e descendo escada toda hora, como no metrô e no RER.

Trata-se de uma ótima opção de transporte se você planeja visitar ou está hospedado em uma das extremidades de Paris.

Cada estação tem uma máquina para comprar o ticket e uma placa indicando em quantos minutos o próximo tramway chega. Muitas estações ficam próximas a estações de metrô e pontos de ônibus.

Ônibus

Os ônibus também funcionam com o ticket t+. Mas se você comprar o seu ticket no ônibus, deverá pagar € 2 ao invés de € 1,90 (em dinheiro) e seu ticket não te dará direito a correspondências.

ÔNIBUS NOCTILIEN: O serviço de ônibus noturno conta com diversas linhas que circulam da 0h30 até às 05h30 por toda a Île-de-France, parando perto das maiores estações de metrô e de RER. Em tempo: os intervalos entre um ônibus e outro podem ser bem longos. O melhor é ficar de olho nos horários pelo aplicativo ou site da RATP.

Toda estação de ônibus conta com uma plaquinha que mostra o intervalo dos ônibus e/ou uma telinha que mostra em quanto tempo o próximo chegará.

Transilien

O Transilien não é tão comum entre os turistas. Trata-se de um trem expresso que passa pelos subúrbios de Paris e pelas maiores estações de trem da capital. São 8 linhas, com exceção da U, que ligam a banlieue às grandes gares, que por sua vez tem acesso ao metrô, RER, ônibus e aos trens da SNCF que partem para outros destinos da França. Veja aqui por onde cada uma das linhas (H, J, K, L, N, P, R, U) passam.

Como se locomover em Paris: Individualmente

Vélib

Como se locomover em Paris

O sistema de bicicletas passou por uma renovação em 2018 e conta com bicicletas sem e com assistência elétrica. Continue a ler este post para descobrir como se locomover em Paris.

Como alugar a Vélib?

Cada estação tem um computador através do qual você faz o aluguel da sua bicicleta. A operação pode ser feita em em francês, inglês e espanhol. Para conseguir alugar a sua bike, você precisa ter um cartão de crédito internacional. A máquina vai perguntar se você tem um cartão Vélib, caso não tenha, você pode comprar um na hora, válido por um (€ 1,70) ou sete dias (€ 8). Para criar o seu cartão, o sistema pede para você criar uma senha de quatro dígitos para sua conta de assinante Vélib. Depois é só inserir o cartão de crédito. Uma pré-autorização de € 150 vai ser feita. Depois disso, a máquina imprime seu cartão, onde consta o número da sua conta Vélib.

Depois de ter o seu cartão em mãos, volte à tela inicial, escolha o idioma e clique na opção “já sou assinante”. Você vai digitar o número e a senha de quatro digitos do seu cartão Vélib e escolher a opção “alugar uma bicicleta”.

Depois basta escolher a sua bicicleta e ela será destravada. Puxe a bicicleta para trás e saia pedalando por aí. Os primeiros 30 minutos são gratuitos, a segunda meia hora custa € 1, a terceira € 2 e da quarta meia hora em diante sai € 4. Você pode devolver a bike em qualquer outro ponto Vélib. O truque para economizar é ir devolvendo a bicicleta a cada meia hora para não precisar pagar nada.

Como devolver a Vélib?

Para devolver sua Vélib, você encaixa a bicicleta no ponto. Você vai ouvir dois cliques e a luz do ponto vai ficar verde. Para garantir, você pode ir ao computador, acessar sua conta e imprimir o recibo de devolução. O uso do Vélib é ilimitado dentro do período escolhido na hora da compra.

A pé

A melhor maneira de se locomover em Paris é a pé. Tente organizar o seu roteiro de uma maneira em que você evite ao máximo o transporte público. Se perca nas ruas charmosas de Paris, seus cafés, suas vitrines chiquetosas e sua arquitetura incrível. Organize seu roteiro por regiões:

  • Quartier Latin (Catedral de Notre-Dame, Shakespare & Company, Torre Montparnasse e Jardim de Luxemburgo);
  • As boutiques, cafés e galerias descoladas do Marais e Haut Marais;
  • Torre Eiffel, Invalides e Pont Alexandre III;
  • Louvre, Palais Royal; Musée d’Orsay, Place de la Concorde e Champs-Elysées;
  • Montmartre.

Alguma dúvida de como se locomover em Paris? A gente te responde nos comentários 😉

Seguir:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *