Torre Eiffel: o guia simples e prático

Torre Eiffel: o guia simples e prático
[vc_row type=”in_container” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/2″][vc_column_text]A primeira coisa que nos vem a cabeça quando pensamos em Paris é sem dúvida a Torre Eiffel e as mil fotos que vamos tirar em frente do monumento mais visitado da capital. Construída em 1889 e projetada por Gustave Eiffel especialmente para Exposição Universal – que na época comemorava o centenário da Revolução Francesa, a torre de 324 metros de altura recebe em média 7 milhões de visitantes por ano! É muita gente, né? E para você não perder o rumo de tanta empolgação no seu encontro com a dama de ferro, nós preparamos um Guia simples e prático de visita à Torre Eiffel.[/vc_column_text][divider line_type=”No Line” custom_height=”15″][vc_row_inner][vc_column_inner column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ width=”1/3″][text-with-icon icon_type=”font_icon” icon=”linecon-icon-bulb” color=”Extra-Color-1″]A Torre Eiffel tem 20 mil luzinhas que piscam por 5 minutos cada hora do anoitecer até 01h da manhã.[/text-with-icon][/vc_column_inner][vc_column_inner column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ width=”1/3″][text-with-icon icon_type=”font_icon” icon=”icon-plane” color=”Extra-Color-1″]90% das pessoas que visitam a Torre Eiffel não são francesas.[/text-with-icon][/vc_column_inner][vc_column_inner column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ width=”1/3″][text-with-icon icon_type=”font_icon” icon=”linecon-icon-world” color=”Extra-Color-1″]Os elevadores da Torre Eiffel percorrem 103 mil km anualmente – o equivalente à 2,5 voltas na Terra.[/text-with-icon][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/2″][image_with_animation image_url=”3429″ alignment=”right” animation=”Fade In”][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/1″][vc_column_text]

Quando ir

A Torre Eiffel é o monumento mais famoso da cidade mais visitada do mundo, então não é muito fácil ter a torrezinha só para gente. MAS, é possível evitar as épocas com maior fluxo – ainda que elas se estendam desde o meio do mês de março até o finalzinho de agosto. A melhor época para visitar a Torre Eiffel é o mês de novembro até o final da primeira quinzena de dezembro e o mês de janeiro, (depois do dia 4) até o final da primeira quinzena de fevereiro. A partir daí a situação fica um pouquinho mais complicada.  Aqui está o documento para conferir os períodos de afluência em detalhes.

Sei que esse documento pode ter te desmotivado, mas a boa notícia é: a Torre Eiffel fica aberta todos os dias do ano!

  • 09h à 00h a partir do meio de Junho até o começo de setembro;
  • 09h30 às 23h durante o resto do ano;
  • Feriado de Páscoa e Férias de Primavera: aberta até meia-noite.

Do meio de junho até o começo de setembro:

  • elevadores: das 9h à 00h45, último elevador à 00h (23h para o topo)
  • escadas: das 9h à 00h45

Resto do ano:

  • elevadores: das 9h às 23h45, último elevador 23h (22h30* para o topo da Torre)
  • escadas: das 9h30 às 18h30, última admissão às 18h

Como ir

De metrô

  • Linha 6 do metrô, estação “Bir-Hakeim”. O mais bacana da linha 6 é o fato dela não ser subterrânea, então você poderá dar uma espiadinha na Torre assim que você se aproxima da estação. E acredite, nessa hora o coração bate mais rápido!
  • Linha 9 do metrô, estação “Trocadéro”.

Ao sair do metrô, você vai ter que andar um pouquinho para chegar na Torre. Não deixe de olhar as direções no Google Maps ou baixar o aplicativo CityMaps2Go para ter sempre em mãos um mapa offline no seu celular. De qualquer maneira você sempre pode perguntar nos balcões das estações de metrô ou simplesmente seguir a multidão, não vai ter erro!

De RER

Linha C : estação  “Champs de Mars – Tour Eiffel”
Essa estação fica bem pertinho da Torre, olha só o itinerário.

De ônibus

  • Ônibus número 82, ponto: “Tour Eiffel” ou “Champ de Mars”
  • Ônibus número 42, ponto: “Tour Eiffel”
  • Ônibus número 87, ponto: “Champ de Mars”
  • Ônibus número 69, ponto: “Champ de Mars”

De bicicleta

As bicicletas Vélib podem ser alugadas 24 horas por dia nos 7 dias da semana. Existem diversas estações espalhadas pela cidade. Para não errar no itinerário e explorar a cidade como um verdadeiro parisiense, confira os locais das estações Vélib perto da Torre Eiffel.

De barco

Uma das maneiras mais clichês e românticas de conhecer Paris é de barco. Então por que não chegar na Torre Eiffel através do Rio Sena? Mais chique impossível. Para saber mais, visite o site do Batobus.

Quanto é

Adultos:

  • elevador até o segundo andar: 11€
  • elevador até o topo: 17€
  • entrada pela escada até o segundo andar: 7€

12-24 anos:

  • elevador até o segundo andar: 8,50€
  • elevador até o topo: 14,50€
  • entrada pela escada até o segundo andar: 5€

Meia-entrada (4-11 anos e deficientes físicos):

  • elevador até o segundo andar: 4€
  • elevador até o topo: 8€
  • entrada pela escada até o segundo andar: 3€

 

Bom Saber

Ainda que Paris seja uma cidade glamorosa, elegante e relativamente segura, é importante prestar atenção em algumas coisas ao redor da Torre Eiffel.

  • assinaturas: se você está embaixo da Torre Eiffel, é provável que alguém venha te pedir para assinar uma petição  por alguma boa causa. NÃO ASSINE! Pode ser que a intenção seja boa, mas na maioria das vezes é golpe.
  • vinho: imagina você lá todo (a) linda (o) tirando mil fotos na frente da Torre Eiffel. É claro que os vendedores de vinho vão tentar se aproveitar da sua aparente ingenuidade. Consequência? Eles vão te oferecer um vinho (que está mais para vinagre) por 80€ até você negar, negar e negar e finalmente ele abaixar o preço para 2€. Coisa boa não é!
  • piquenique: essa ideia de fazer piquenique na Torre Eiffel nada mais é que uma ilusão. Eu já fiz e não recomendo. Tem muitas pessoas e vendedores passeando ao seu redor (caos!). Prefira um lugar mais calmo para fazer um lanchinho, como num parque ou na beira do rio Sena, por exemplo.
[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]
Seguir:
Compartilhar:

3 Comentários

    • 26 de abril de 2016 / 17:39

      Muito obrigada, Giulia! Volta sempre por aqui para conferir as novidades 🙂

  1. Irene
    17 de janeiro de 2017 / 19:45

    Olá,
    Parabéns pelo lindo e super informativo site! Uma inspiração para muitas viagens. 🙂 Queria saber sobre os restaurantes da Torre Eiffel, se vc já foi e se recomenda. muito obrigada. bjus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *