O que fazer em Lisboa: Roteiro para 3 dias

O que fazer em Lisboa

O que fazer em Lisboa

Lisboa é, de fato, a segunda casa dos brasileiros.

Com suas calçadas desenhadas no estilo ‘Ipanema’, suas paredes de azulejo colorido, as roupas penduradas nas janelas, suas enormes colinas, seu povo simpático que compartilha com a gente o mesmo idioma temperado com aquele sotaque que a gente tanto ama e imita, a capital de Portugal nos recebe de braços abertos. Veja aqui o que fazer em Lisboa em três dias!

O que fazer em Lisboa: Dia 1

Manhã: Comece o dia às 10h no Museu de Arte Antiga (€6 a entrada), no bairro da Lapa, logo acima do Rio Tejo. O museu fica em um palácio do século XVII e conta com a maior coleção de pinturas de Portugal, esculturas e porcelana. Em tempo: se quiser um passeio mais curto priorize as pinturas portuguesas e europeias do séxulo XIV a metade do XIX. Depois da visita, vale tomar um café no jardim superromântico do museu com uma vista incrível para o porto. Em seguida, pegue um táxi ou o ônibus 727 (direção Castelas) – o ponto fica bem em frente ao museu, desça na estação Mosteiro dos Jerônimos.

Tarde: Antes de começar o seu passeio por Belém, melhor garantir o seu almoço. Fora os pastéis de nata, que você vai comer mais tarde se seguir este roteiro à risca, não tem muitos restaurantes agradáveis pela região. O que recomendamos é o À Margem, um restaurante clean e contemporâneo que fica a dez minutos dali e serve sanduíches (a partir de €5,80) e saladinhas (a partir de €9,80) com uma vista maravilhosa para o Rio Tejo.

Depois do almoço estique o passeio até a Torre de Belém, um dos grandes símbolos de Lisboa construído entre 1515 e 1521, que servia como farol. Para subir na Torre você desembolsa €6, mas o ideal é comprar o ingresso que também dá acesso ao claustro do Mosteiro dos Jerônimos que custa €12.

O mosteiro foi definitivamente um destaque na viagem, prefira visitá-lo mais para o fim da tarde para ter uma luz linda iluminando um dos lados do claustro. O local foi habitado por monges até 1833 e, segundo a lenda, foram eles os criadores da receita secretíssima dos famosos pastéis de nata.

Para matar a fome entre o almoço e o jantar vá comer os famosos pastéis de nata, pertinho do mosteiro. A reputada Pastelaria de Belém recebe mais de 3 mil pessoas e vende mais de 20 mil docinhos por dia. Para evitar muita fila e descansar um pouco não fique na fila do lado de fora, entre e siga as indicações para pegar uma mesa nos salões com 400 mesas e muitos azulejos lindos e azuis. Dois pastéis e duas águas saiu €4,20.

Pin this image on Pinterest

Continue a ler este post para saber o que fazer em Lisboa 😉

O que fazer em Lisboa

Pin this image on Pinterest

Noite: Encerre o dia no Restaurante Ponto Final (R. do Ginjal, 72) – o mais recomendado pelos lisbonenses. Ele fica um pouco afastado do centro de Lisboa, do outro lado da Ponte 25 de abril, mas super vale o desvio! Ali você tem que experimentar as tradicionais sardinhas grelhadas ou o delicioso bacalhau. Prepare-se para o melhor pôr do sol da sua vida com vista para o Rio e para a gigantesca ponte. Em tempo: faça a reserva com antecedência. Para chegar até lá, pegue o ônibus 15E no Mosteiro dos Jerônimos com direção à Praça da Figueira, desça na estação Cais do Sodré e de lá pegue o transporte fluvial até Cacilhas.

O que fazer em Lisboa: Dia 2

Manhã: Comece o dia em mais um museu, o Calouste Gulbenkian (€10), fundado por um homem de negócios armênio de mesmo nome, conta com uma coleção privada de mais de 6 mil peças que datam desde a antiguidade até o meio do século XX. O espaço não é nem 1/4 do tamanho do Louvre, mas ao ver tantas obras incríveis temos a impressão de estar em uma versão mini do museu mais famoso do mundo.

Tarde: A parada para o almoço é no A Cevicheria, restaurante do chefe Kiko Martins. O lugar é famoso por fazer combinações incríveis entre ingredientes da terra firme e do mar, um exemplo é o polvo com chouriço. O menu degustação custa €37,50 por pessoa. Para chegar até lá a partir do museu Calouste, você pode andar um pouco mais de meia hora entre subidas e descidas ou pegar a linha azul do metrô na estação São Sebastião e descer na Avenida, depois de algumas escadas do charmoso e boêmio Bairro Alto você chegará no restaurante.

O que fazer em Lisboa: De lá você já pode esticar o passeio até o miradouro de São Pedro de Alcantâra, na mesma rua, e ter uma vista linda do castelo São Jorge. Desça a pé até a região do Baixo Chiado, parte mais burguesa da cidade, toda reconstruída depois do terremoto de 1755, é ali que fica a enorme Praça do Comércio. Ali você pode pegar o ônibus 759 (direção Oriente) até o ponto Av. Infante Dom Henrique, a menos de três minutos de caminhada fica o Museu Nacional do Azulejo (€5 a entrada), localizado em um antigo concento chamado Madre de Deus. O lugar conta com uma coleção de 7 mil peças e é um dos museus de cerâmica mais importantes da Península Ibérica.

Depois da visita, com pouco mais de 30 minutos de caminhada incluindo algumas subidas, você chegará no miradouro Nossa Senhora do Monte, em Graça, de onde você tem uma vista panorâmica incrível de Lisboa. Ali perto você pode pegar o famoso bondinho 28.

O que fazer em Lisboa: Esse bonde é o mais famoso de Lisboa, todo amarelinho com o interior de madeira ele transporte alguns locais e muitos turistas por sete quilômetros passando pelo Bairro Alto, Chiado, Baixa e Alfama entre subidas e descidas hiperíngremes. No meio do caminho você se depara com miradouros e casinhas de azulejo super charmosas. Pegue o bonde na direção Prazeres para passar pelo bairro Alfama – o mais antigo de Lisboa, repleto de ruelas, escadas e pequenas pracinhas. Desça no ponto Lg. Belas Artes ou no R. Vitor Cordon para poder jantar no famoso Mercado da Ribeira.

Noite: Para fechar o dia, por que não um prato de chefe por uns €9? O Mercado da Ribeira, também conhecido como Time Out conta com mais de trinta quiosques com cozinha dos mais variados tipos, inclusive dos chefes Alexandre Silva e Henrique Sá Pessoa. O esquema é simples: você vai no balcão, escolhe, paga, recebe um bipe e vai procurar um lugar nas enormes mesas de madeira compartilhadas com o resto da galera. A hora que o bipe tocar, hora de comer!

Para mais fotos  siga no Instagram: @gigiemparis

O que fazer em Lisboa: Dia 3

Manhã e Tarde: O último dia em Lisboa começa a uns 20km da capital, em Sintra. Classificada como Patrimônio Mundial da UNESCO, as colinas da Serra de Sintra são um must na sua visita a Lisboa. O parque de 200 hectares conta com construções incríveis como as ruínas do Castelo dos Mouros , o colorido Palácio Nacional da Pena a 500 metros de altitude e o Palácio Nacional de Sintra com arquitetura muçulmanas em sua arquitetura e decoração. Para circular em Sintra você pode usar o serviço de ônibus hop on/hop off que custa €5,50. E para chegar em Sintra você deve pegar o comboio na estação Restauradres/Rossio, a viagem dura uns 40 minutos e custa €2,50 a ida e €4,30 a volta.

O que fazer em Lisboa: Sintra

Pin this image on Pinterest

O que fazer em Lisboa: Se prepare para gastar bastante na entrada dos monumentos. Prefira comprar bilhetes combinados para ter desconto. As entradas combinados do Castelo dos Mouros, do Palácio Nacional e do Palácio da Pena sai por volta de €30/pessoa.

Na hora da fome você pode ir no Village Café que serve sopas, mistos e outros lanchinhos gostosos bem baratinhos. Em Sintra você não vai encontrar restaurantes gastronômicos deliciosos, o jeito é matar a fome e deixar a experiência gourmet para a hora da janta.

LEIA TAMBÉM: 10 bate-voltas incríveis a partir de Lisboa

Noite: Na volta para Lisboa, da estação de trem ande uns oito minutos até o restaurante Decadente, um dos melhores de Lisboa na minha opinião. Experimente o peixe do dia (€13), você não vai se arrepender. O meu veio acompanhado por pimentão, cebola e purê de cherovia, foi uma delícia! Se preferir peça o bacalhau caldeirado com batata e molho (€14). Em tempo: faça a reserva com antecedência. Encerre a noite revisitando o Miradouro São Pedro de Alcantâra para ver o castelo de São Jorge todo iluminado.

O que fazer em Lisboa

Pin this image on Pinterest

Onde ficar em Lisboa:

LX Boutique Hotel (diárias a partir de €90) RESERVE AQUI

O hotel é um charme! Ele é todo azulzinho com estampas azuis divinas nas poltronas, paredes e almofadas, tem ótima localização pertinho do metrô Cais do Sodré e do mercado da Ribeira, conta com um staff simpático e antecioso e um café da manhã gostoso no esquema self-service com pastelarias típicas, ovos mexidos, bolos e sucos frescos. E o melhor: você não precisa subir mil e uma ladeiras para chegar no seu hotel depois de um dia todo andando para lá e para cá. Ótima escolha em termos de preço/qualidade.

O que fazer em Lisboa: Hotel em Lisboa

Pin this image on Pinterest

Santiago de Alfama (diárias a partir de €195) RESERVE AQUI

O hotel cinco-estrelas foi aberto há dois anos fica em uma antiga fábrica de camisas no bairro de Alfama – o bairro mais antigo de Lisboa, onde passa o bondinho 28. O hotel segue o estilo minimalista com uma decoração super clean nos quartos com tudo bem branquinho. Cada quarto é um mais lindo que o outro, mas o melhor é a Santiago Suite com vista panorâmica de Lisboa e uma linda banheira no quarto (diárias a partir de €450). O hotel conta com um pequeno terraço super romântico com vista para o Rio Tejo – onde você pode organizar jantares especiais, tem também um beauty bar onde você pode fazer massagens a partir de €45.

O que fazer em Lisboa: Onde ficar em Lisboa

O restaurante do hotel chama A Fábrica e serve pratos incríveis 100% típicos da cozinha portuguesa como bacalhau (€22) e garoupa (€19), tudo feito com ingredientes bem frescos. O café da manhã é servido no Audrey’s Café e tem serviço à la carte. Você pode comer dentro ou pode tomar um café da manhã no terraço à sombra das árvores. Prepare-se para os mimos: sucos frescos, bebidas de todos os tipos, pastelarias deliciosas (eu amei o pain au chocolat e os pastéis de nata) e ovos servidos dos mais diversos jeitos: poché, mexido, omelete… Eu amei o ovo mexido com presunto, queijo e salada. Como tudo é feito na hora você deve esperar um tempinho para ser servido, mas não vai ser nenhum problema enquanto você belisca croissaints e outras pastelarias.

Pin this image on Pinterest

O que fazer em Lisboa: Tem mais alguma dúvida relacionada à sua viagem para Lisboa ou já foi para lá e tem um lugar incrível para indicar? Deixa tudo aqui nos comentários 😉

Seguir:
Compartilhar:
*O Gigi em Paris se hospedou no LX Boutique Hotel e no Santiago de Alfama à convite dos dois estabelecimentos. Este post reflete apenas as opiniões pessoais da autora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *