Como funciona o metrô em Paris?

Como funciona o metrô em Paris?
[vc_row type=”in_container” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/2″][vc_column_text]

Na nossa primeira visita à Paris é essencial já ter uma ideia de como funciona o metrô da capital francesa.

Eu sei, pode parecer um pouco assustador quando pensamos que trata-se de um dos sistemas de transporte mais extensos do mundo que leva cerca de 1,5 bilhões de pessoas para lá e para cá o ano todo. Então aqui vai tudo o que você precisa saber para não passar  nenhum perrengue nas estações.

Horários

O metrô parisiense circula entre as 5h30 e a 1h15 da manhã – sendo que nos finais de semana ele fecha somente às 2h. Os trens passam em cada estação em intervalos curtos, então raramente voce ficará mais de 5 minutos na plataforma.

O metrô transporta 6,75 milhões de passageiros diariamente. Mas as multidões só acontecem mesmo nos horários de rush, e mais intensamente nas linhas 1, 4 e 13.

Linhas

Cada linha de metrô tem um numéro e uma cor, mas diferentemente de São Paulo, por exemplo, as pessoas preferem se referir às linhas usando o número correspondente. A direção de cada linha corresponde ao terminal da linha. Pode ser que voce se engane de direção algumas vezes. Não tem problema! É só sair na próxima estação e trocar de direção sem precisar comprar um outro bilhete.

[/vc_column_text][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/2″][image_with_animation image_url=”3499″ alignment=”right” animation=”Fade In”][fancy-ul icon_type=”font_icon” icon=”icon-arrow-right” color=”Extra-Color-1″ enable_animation=”true”] [/fancy-ul][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/1″][vc_column_text]

Como comprar os bilhetes

Um bilhete equivale a uma carona de metrô. Muitas pessoas compram os bilhetes nas bilheterias das estações ou nas máquinas. Essas máquinas aceitam moedas, cartão de crédito (com chip) e algumas também aceitam notas. A parte prática é que essas máquinas disponibilizam a compra em diferentes idiomas. Não tem português, mas tem inglês e espanhol para quebrar o galho.

Existem diferentes tipos de bilhetes de metrô. Para uma viagem simples à Paris recomendo o bilhete T+ ticket para as zonas 1 e 2 que pode ser usado nos metrôs, nos ônibus, nos tramways, no funicular de Montmartre e no RER – contanto que você fique na zona 1.

Se você planeja pegar bastante o metrô durante a sua viagem recomendo o passe ilimitado para um, dois, três ou cinco dias. Mas, Paris uma cidade perfeita para se perder andando entre uma rua ou outra, então o melhor mesmo é comprar o carnet normal e pegar o metrô poucas vezes por dia.

Usando o metrô

A maioria das estações disponibilizam mapas na entrada e na plataforma. Alguns mostram as ruas ao redor e a localização de cada sortie (saída), outros dão o plano geral das linhas de metrô e RER. É possível que você tenha um pequeno ataque de pânico, principalmente em grandes estações como a Chatelet, mas sempre mantenha em mente a direção e a linha que você tem que pegar e vai ficar tudo bem. As estações são sempre bem sinalizadas.

A infraestrutura das redes de transporte em Paris é impecável, mas não fique surpreso se tiver que subir e descer muitas escadas nas estações. Na verdade esse é o segredo da magreza dos parisienses. Se você tiver muita bagagem o ideal é pegar um táxi ou escolher um outro tipo de transporte.

Segurança


Em Paris temos que tomar cuidado no metrô. Bons brasileiros que somos isso não deverá ser um problema. Só não vale relaxar pensando que está na Europa e não existe criminalidade.

Em Paris, principalmente, existem muitos pickpockets – aquelas pessoas discretas que vão disfarçadamente pegar a carteira na sua bolsa ou mochila sem você perceber. Então, em vagões lotados dobre sua atenção e prefira manter a sua bolsa embaixo dos braços e a mochila à sua frente. E evite ao máximo usar o seu celular, seja no vagão ou na plataforma. Já vi um moço roubar um celular poucos segundos antes da porta fechar. Resultado? A pessoa roubada nem teve tempo de ter uma reação. Deu dó!

Com os atos últimos atos de terrorismo em Paris e em Bruxelas é importante também ficar de olho nos arredores, mas sem paranoias! Afinal você quer e deve aproveitar a viagem. Prefira pegar os vagões do fundo e se achar que tem algo estranho no ar, alerte um funcionário.

Mapa do metrô

Sem dúvidas, o metrô é a melhor maneira de se transportar em Paris, principalmente para chegar em Notre-Dame, Louvre, Champs Elysées, Montmartre, Marais, Torre Eiffel ou no Quartier Latin. Para não se perder baixe o mapa das linhas de metrô, ônibus e RER de Paris, imprima ou salve no seu celular.

Outros conselhos

  • Os mapas do metrô estão disponíveis gratuitamente nos guichês de cada estação.
  • Assim como em São Paulo sempre fique do lado direito na escada rolante para que as pessoas possam andar no lado esquerdo.
  • REGRA DE OURO: Fique com o seu bilhete até sair da estação. As fiscalizações são frequentes e você pode pagar uma multa bem salgada se não tiver o bilhete em mãos comprovando que você está lá legalmente.
  • Uma buzina vai tocar toda vez que as portas do metrô estão para fechar. Depois disso você terá só de 2 a 3 segundos para entrar no vagão sem ficar com metade do seu corpo para fora.
[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]
Seguir:
Compartilhar:

2 Comentários

  1. Wal
    5 de janeiro de 2017 / 17:17

    Merci!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *